Vanessa Ananias Malacrida Poetisa e Educadora
Para conhecer as maravilhas das águas profundas é preciso abandonar a segurança do porto!
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

Pedras e pessoas
Drumond poetizou a pedra que encontrou.
E nós? Se em nosso caminho houver pedras, o que fazer?!
As pedras são como as pessoas,
Existe de todo tipo.
Na nossa caminhada, que pedras temos visto?
Pequenas, grandes,
Bonitas ou feias?
Sujas, limpas, opacas ou resplandecentes, lisas ou pontiagudas?!
Algumas podemos retirar,
As leves...
Em outras podemos sentar...
As grandes,
Muitas podem ser removidas, outras, no entanto,
São grandes demais...
Pesadas demais...
E remover...
Jamais!!!
Então, só nos resta desviar. Mas Cuidado!!!!
É preciso observar, pois pisar nas pedras pode te machucar.
As que são pontiagudas, coitadas!!!
Ainda precisam se chocar muito com as outras
Para serem lapidadas...
As feias podem tornar-se bonitas,
E vice-versa!
Outras têm a medida certa! Ah! Estas, devemos guardar no bolso,
E levar conosco!
As pedras vão...
No bolso do calção.
E as pessoas...
No bolso do coração!!!!






Poema publicado na Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneos - Volume 117 - Outubro de 2014
Vanessa Ananias Malacrida
Enviado por Vanessa Ananias Malacrida em 20/12/2016


Comentários